É hora de reagir à crise da COVID-19! Hora de identificar alternativas para uma recuperação forte e consistente, sem deixar ninguém para trás!

Recuperação inclusiva: prosperidade + bem-estar

O que é recuperação inclusiva?

Grandes crises globais demonstram a necessidade de ação conjunta entre Estado, setor privado e sociedade civil. Em todo o mundo, diversas iniciativas e soluções práticas demonstram que o caminho para uma recuperação sólida é combinar políticas e ações de incentivo econômico com mecanismos que assegurem bem-estar à população. A recuperação precisa ser INCLUSIVA! Não podemos deixar ninguém para trás.

Acesse nossas pesquisas com repertórios de ação!

Artigo: respostas e estratégias dos governos para recuperação econômica durante a pandemia

Artigo: Inovações na Proteção Social durante a pandemia

A iniciativa

Do global ao local

A agenda de recuperação inclusiva mostra que existem possibilidades de ação! Com um olhar local, propomos  estratégias integradas, baseadas em dados e evidências, com participação do Estado e empresas interessadas numa recuperação sustentada.

São alternativas e propostas voltadas tanto para governos municipais e Estaduais quanto para o setor privado. O objetivo é apontar caminhos práticos para recuperação da economia local e contribuir com o processo de desenvolvimento sustentável.

Reset reúne diversas iniciativas em todo o mundo e também no Brasil. Queremos disseminar ideias, oferecer soluções e referências, promover trocas que contribuam para uma recuperação mais sólida, capaz de gerar prosperidade e bem-estar, sem deixar ninguém para trás! Essa é a principal mensagem dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Como aGIR

É preciso agir! Para isso, precisamos envolver o setor público e privado para refletir e analisar diferentes caminhos trilhados mundo afora e criar possibilidades e soluções para recuperação da sociedade e da economia, a partir de uma perspectiva local, sustentável e inclusiva. 

Grandes organismos multilaterais (como ONU e Banco Mundial), blocos econômicos (como União Europeia) e os diversos governos nacionais têm mobilizado recursos e políticas em resposta à crise, porém, não cabe apenas a esses atores articular iniciativas. 

Governos locais e empresas podem e devem adotar ações que conectem o propósito global de recuperação às ações necessárias na esfera local. Todos ganham quando o resultado gera bem-estar e prosperidade. Vamos vencer essa guerra!

Sua organização pode participar do Movimento RESET

Contato

4 + 2 =