É hora de reagir à crise da COVID-19! Hora de identificar alternativas para uma recuperação forte e consistente, sem deixar ninguém para trás!

Recuperação inclusiva: prosperidade + bem-estar

O que é recuperação inclusiva?

Grandes crises globais demonstram a necessidade de ação conjunta entre Estado, setor privado e sociedade civil. Em todo o mundo, diversas iniciativas e soluções práticas demonstram que o caminho para uma recuperação sólida é combinar políticas e ações de incentivo econômico com mecanismos que assegurem bem-estar à população. A recuperação precisa ser INCLUSIVA! Não podemos deixar ninguém para trás.

Acesse nossas pesquisas com diretrizes para agir!

Artigo: respostas e estratégias dos governos para recuperação econômica durante a pandemia

A iniciativa

Do global ao local

A agenda de recuperação inclusiva mostra que existem possibilidades de ação! Com um olhar local, propomos  estratégias integradas, baseadas em dados e evidências, com participação do Estado e empresas interessadas numa recuperação sustentada.

São alternativas e propostas voltadas tanto para governos municipais e Estaduais quanto para o setor privado. O objetivo é apontar caminhos práticos para recuperação da economia local e contribuir com o processo de desenvolvimento sustentável.

Reset reúne diversas iniciativas em todo o mundo e também no Brasil. Queremos disseminar ideias, oferecer soluções e referências, promover trocas que contribuam para uma recuperação mais sólida, capaz de gerar prosperidade e bem-estar, sem deixar ninguém para trás! Essa é a principal mensagem dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Como promover

É preciso agir! Para isso, precisamos envolver o setor público e privado para refletir e analisar diferentes caminhos trilhados mundo afora e criar possibilidades e soluções para recuperação da sociedade e da economia, a partir de uma perspectiva local, sustentável e inclusiva. 

Grandes organismos multilaterais (como ONU e Banco Mundial), blocos econômicos (como União Europeia) e os diversos governos nacionais têm mobilizado recursos e políticas em resposta à crise, porém, não cabe apenas a esses atores articular iniciativas. 

Governos locais e empresas podem e devem adotar ações que conectem o propósito global de recuperação às ações necessárias na esfera local. Todos ganham quando o resultado gera bem-estar e prosperidade. Vamos vencer essa guerra!

Para o poder
público local

  • Melhoria dos ambientes de negócios
  • Apoio às cadeias curtas de comercialização, principalmente de bens essenciais como alimentos
  • Mobilização dos empreendimentos locais a partir de compras públicas
  • Parceria com grandes e médias empresas locais e/ou extensão universitária para promoção de projetos voltados à inclusão produtiva
  • Elaboração de inovações como moedas locais, bancos comunitários e transferências diretas de recursos para uso nas cadeias produtivas locais
  • Programas de educação profissional

Para
empresas

  • Desenvolvimento de novos produtos e serviços
  • Inserção de pequenas e médias empresas na cadeia de fornecedores
  • Criação de redes de empreendedores locais para cooperação em temáticas de interesse comum
  • Incorporação das práticas ambientais, sociais e de governança (ESG) nos investimentos
  • Reorientação dos esforços de doação incrementados no momento de urgência, para uma estratégia de investimentos sociais orientados à inclusão produtiva

Contato

8 + 10 =